Após anos de pesquisas em campo e a avaliação de diferentes conceitos de produção praticados pelo mundo, a Camanor Produtos Marinhos desenvolveu sua própria tecnologia denominada e registrada como AquaScience®. Tal tecnologia é baseada na integração de distintos sistemas, como a produção de camarão marinho, produção de tilapia, recirculação, tratamento e reutilização de água, tudo interligado em um único sistema de produção, onde cada um completa o espaço deixado pelo outro de forma sincrônica.

Comprovamos com a integração destes sistemas, uma grande capacidade de proporcionar estabilidade e equilíbrio ao ambiente de cultivo, gerando um bem estar maior aos animais cultivados e permitindo, desta maneira, trabalhar com densidades de estocagens mais elevadas com mais segurança e conseqüentemente com produtividades mais expressivas, quando comparado aos sistemas de cultivo tradicionais de camarão, mesmo em áreas afetadas por enfermidades.

Na pratica o sistema pode ser descrito da seguinte maneira: viveiros de superfície pequena (4.000 m²), recobertos com liner (Geomembrana PAED), com dreno central, troca zero de água, recirculação e reutilização da água entre ciclos, com predominância de bactérias heterotróficas formadoras de bioflocos, mas com participação fundamental das microalgas, tratamento dos resíduos orgânicos (restos de ração, fezes e etc.), pelos processos de decantação e decomposição pelas bactérias heterotróficas facultativas, ciclagem dos compostos nitrogenados pelos processos biológicos de nitrificação e denitrificação, além da reciclagem dos compostos fosfatados pelas microalgas e bactérias, todas estas características que permitem o continuo processo de reuso da água sem limites de tempo e evitando o descarte de efluentes para o meio ambiente.

Vários elementos influenciam diretamente a presença e o nível de concentração da carga viral das principais enfermidades (WSSV, IMNV, TSV e etc.) que afetam a carcinicultura pelo mundo. Na prática é muito difícil, a nível de produção em campo, conseguir excluir totalmente a presença destas doenças, mesmo sob rigorosos protocolos de biossegurança. De todo modo, os vírus por si só não são capazes de afetar negativamente os animais em cultivo, se os mesmos estiverem saudáveis e em um ambiente equilibrado sem estresse, vai depender sempre de outros fatores associados, denominados de “gatilhos”, para que sua virulência venha a causar o impacto.

Esquema de recirculação

Neste sentido, o sistema AquaScience® de produção pode ser considerado revolucionário, porque conseguiu atender todos os requisitos necessários para se ter um ambiente saudável, equilibrado e harmônico para os animais cultivados, eliminando o fator “gatilho”, além de ambientalmente amigável e correto, por evitar a devolução de qualquer resíduo para o meio ambiente externo. Dados da capacidade produtiva do sistema, conseguidas atualmente na Fazenda C ana Brava em Barra do Cunhaú: 45,6 t de camarão por hectare de área a cada ciclo de produção – (3 ciclos por ano); 5kg de tilapia por m³ a cada ciclo de produção – (2 ciclos por ano).

Evolução da produtividade após a implantação do sistema AquaScience

Evolução do Recorde de Produtividade

Peso Médio Final

media de peso final

Média da Produtividade Anual

media de produtividade anual

Densidade de Estocagem

media de peso final

Comparativo dos parâmetros fisico-quimicos da água


Em verde: Após a implantação do sistema / Em vermelho: Antes da implantação do sistema


Em verde: Após a implantação do sistema / Em vermelho: Antes da implantação do sistema


Em verde: Após a implantação do sistema / Em vermelho: Antes da implantação do sistema


Em verde: Após a implantação do sistema / Em vermelho: Antes da implantação do sistema

AquaScience

Innovation Award

Continuando a Revolução

Continuando a Revolução

Continuando a Revolução

Rua José Thomaz Ferreira Campos, 2155 - Candelária - CEP: 59-066-160 - Natal/RN - Fone: +55 (84) 4008-0448 - Fax: +55 (84) 4008-0449